Parceiros, Saúde, Suplementos

SOMOS: Sucos funcionais!

18/11/2015

SOMOS

Recebi da Tetrak Pak um kit de uma nova marca de sucos funcionais, a SOMOS.

São 4 sucos diferentes, divididos em 2 linhas: Smile e Smartdrink. Todos são integrais, misturam suco de frutas, vegetais e algumas ervas. O melhor de tudo é que eles não contém conservantes, corantes, acidulantes e/ou açúcar adicionado em sua composição.

somos-sucos

Morango com Laranja

Linha Smile. Suco misto de morango com laranja, sem adição de açúcar ou conservantes.

Limão Lovers

Linha Smile. Suco misto de maçã com limão, sem adição de açúcar ou conservantes. A doçura deste produto fica por conta do suco de maçã.

Detox Active

Linha Smartdrink. Suco desintoxicante com guaraná para dar aquele gás no exercício do dia ou para quem tem atividade cerebral desgastante.

Na Medida

Linha Smartdrink. Suco estimulante de metabolismo (emagrecedor) e diurético. Este produto pode ser usado como auxiliar em dietas de emagrecimento.

Vale a pena experimentar! Adorei todos!

Saiba mais sobre os sucos em sucossomos.com.br.

Curiosidades, Nutrição, Saúde

Conheça os benefícios de 10 alimentos funcionais para a saúde

21/10/2015

alimentos-funcionais

Classificados como alimentos ou ingredientes que produzem benefícios à saúde, os alimentos funcionais são aqueles que desempenham papel importante na redução do risco de doenças como câncer e diabetes – alguns exemplos são soja, sardinha, frutas vermelhas etc. “É imprescindível que o consumo dos alimentos seja regular no dia a dia para que se obtenha a prevenção das doenças e valor nutritivo inerente à sua composição química”, alerta a nutricionista da Nutri Import, Barbara Rodriguez.

Segundo a nutricionista, para a otimização dos benefícios à saúde, o consumo dos alimentos funcionais deve estar aliado também a uma alimentação saudável. ”Alguns alimentos industrializados, frituras, doces e refrigerantes podem prejudicar a absorção dos alimentos funcionais, além de favorecerem doenças cardiovasculares, câncer e diabetes.”

Confira abaixo a lista dos tipos de alimentos funcionais:

Soja e derivados. Contêm isoflavona, substância de ação estrogênica, que reduz os sintomas da menopausa. Além disso, as proteínas da soja possuem efeito na redução do colesterol.

Peixes como sardinha, salmão, atum, anchova e arenque. Contêm ômega 3, que possui efeito na redução do LDL (colesterol ruim), além de ação anti-inflamatória. O ômega 3 também é indispensável para o desenvolvimento do cérebro e da retina de recém-nascidos, portanto gestantes devem ter uma adequada ingestão da substância.

Chá-verde, cereja, amora, framboesa, mirtilo, uva roxa e vinho tinto. Possuem em comum uma substância chamada catequina, que reduz a incidência de certos tipos de câncer, reduz o colesterol, estimula o sistema imunológico e tem forte ação antioxidante.

Tomate e derivados, goiaba vermelha, pimentão vermelho e melancia. Possuem em comum uma substância chamada licopeno, que possui forte poder antioxidante, além de reduzir níveis de colesterol. Seu consumo frequente também está relacionado com a redução do risco de câncer de próstata.

Folhas verdes (luteína), pequi e milho (zeaxantina). A luteína e a zeaxantina são compostos com potencial antioxidante, protegendo mais especificamente contra a degeneração macular, acometimento muito comum na visão de indivíduos da terceira idade.

Cereais integrais (aveia, centeio, cevada, farelo de trigo), leguminosas (soja, feijão, ervilha), hortaliças com talos e frutas com casca. Possuem fibras solúveis e insolúveis. As insolúveis têm potencial de reduzir risco de câncer de cólon e melhoram o funcionamento intestinal. As solúveis podem ajudar no controle da glicemia e no tratamento da obesidade, pois dão maior sensação de saciedade.

Raiz de chicória e batata yacon. Os prebióticos – fruto-oligossacarídeos, são extraídos desses alimentos e possuem potencial de melhorar a microflora intestinal, favorecendo o bom funcionamento do intestino.

Leites fermentados, iogurtes e outros produtos lácteos fermentados. Possuem probióticos como bifidobactérias e lactobacilos que favorecem as funções gastrointestinais, reduzindo o risco de constipação e câncer de cólon.

Alho e cebola. Possuem sulfetos alílicos, cujas características favorecem a redução do colesterol e da pressão sanguínea, além de melhorar o sistema imunológico e reduzir risco de câncer gástrico.

Maçã, manjericão e caju. Possuem tanino, poderoso antioxidante, também com efeito antisséptico e vasoconstritor.

Curiosidades, Notícias, Saúde

Consumo de amendoim por idosos reduz risco de doenças

14/10/2015

amendoim

Fonte de vitaminas, minerais e gorduras do bem, o amendoim é um grande aliado dos idosos na prevenção de doenças. Incluir o grão na alimentação diária pode prevenir câncer, doenças cardiovasculares e até o Mal de Alzheimer.

Por ser rico em fitoquímicos como o resveratrol, o amendoim é um poderoso antioxidante, capaz de reduzir o risco de doenças cardiovasculares. A enzima presente no grão melhora o metabolismo de lipídios, diminui o LDL, conhecido como colesterol ruim, e reduz o acúmulo de gorduras nas artérias, tornando-o importante inclusive no tratamento de doentes cardíacas.

Além disso, sua ação antioxidante combate a formação de radicais livres, prevenindo a formação de tumores cancerígenos e preservando o sistema imunológico. “A presença de estigmasterol, beta-sitosterol e campesterol no amendoim ajudam a reduzir o risco de crescimento dos tumores já existentes e de metástase, que é a disseminação do câncer para outros órgãos”, explica nutricionista da ABICAB (Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados), dra. Vanderlí Marchiori. O consumo de 40g por dia já é suficiente para incrementar a prevenção de doenças cardiovasculares, colesterol ruim e tumores cancerígenos.

Já a grande aliada no combate ao Mal de Alzheimer é a vitamina E, encontrada em grande quantidade no grão. A ingestão de uma colher de sopa de pasta de amendoim por dia, por exemplo, pode evitar a progressão da doença. “Idosos com problemas de saúde são muito beneficiados quando consomem o amendoim, pois de maneira acessível, barata e saborosa, complementam seu consumo alimentar e ganham em saúde e prevenção”, comenta a nutricionista.

Mais benefícios do grão

É uma gordura do bem: rico em ácidos graxos monoinsaturados, conhecidos como gordura do bem, eles contribuem para evitar o aparecimento de doenças cardiovasculares, como a arteriosclerose (entupimento das artérias);

Fortalece a estrutura óssea: por ser rico em cálcio, o amendoim ajuda a prevenir a osteoporose e deve ser sempre consumido em conjunto com magnésio. “Uma ótima sugestão é o consumo de pasta de amendoim misturada ao homus, rico em magnésio, na forma de patê. É uma receita fácil, saborosa e que pode substituir a manteiga ou a margarina no café da manhã”, indica a especialista;

Afasta o mau humor: o amendoim é rico em vitaminas do complexo B, essenciais ao sistema nervoso. Além disso, são auxiliares na digestão e afastam o mau humor, por ajudarem na formação de neurotransmissores como a serotonina, que é sinônimo de bem-estar.

Curiosidades, Notícias, Saúde

Brasil é o país que mais consome agrotóxicos do mundo

05/10/2015

O Brasil detém um título que nenhum brasileiro deve se orgulhar: somos os maiores consumidores de agrotóxicos do mundo. Isso mesmo, não é da América Latina ou das Américas, mas sim do MUNDO.

Nem a China que tem 6 vezes mais habitantes que o Brasil consome tanto agrotóxico!

Hoje o país conta com o consumo de mais de milhão de toneladas por ano, o que gera cerca de 5,2 kg por habitante.

“No Brasil, a venda de agrotóxicos saltou de US$ 2 bilhões para mais de US$7 bilhões entre 2001 e 2008, alcançando valores recordes de US$ 8,5 bilhões em 2011. Assim, já em 2009, alcançamos a indesejável posição de maior consumidor mundial de agrotóxicos, ultrapassando a marca de 1 milhão de toneladas, o que equivale a um consumo médio de 5,2 kg de veneno agrícola por habitante”, segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer).

São venenos para nós e o ambiente. Para quem trabalha em contato direto com eles, o risco é de intoxicação aguda, caracterizada por irritação da pele e olhos, coceiras, dificuldades respiratórias, convulsões e até morte.

agrotoxicos

Landa Rodrigues, 40 anos, desde criança trabalhadora com agrotóxicos na lavoura em Teresópolis (RJ), conta que aos 20 anos começou a sentir os olhos arderem e incharem. Nunca mais voltaram ao normal e hoje enxerga pouco. Há muitas outras vítimas na sua região, conta. “Câncer aqui é igual epidemia de dengue no Rio. Não falta caso para contar.” Seu pai, tio e avô morreram de câncer, assim como vizinhos.

Já quem ingere os agrotóxicos (mesmo que indiretamente), cerca de 99% da população brasileira, pode ter intoxicação crônica, que demora vários anos para aparecer, resultando em infertilidade, impotência, cólicas, vômitos, diarreias, espasmos, dificuldades respiratórias, abortos, malformações, neurotoxicidade, desregulação hormonal, efeitos sobre o sistema imunológico e câncer.

A única forma de fugir desse recorde é procurar produtos orgânicos! Vale a pena visitar o site muda.org.br e conferir restaurantes, feiras e hortifrútis que comercializam produtos orgânicos e agroecológicos.

 

Curiosidades, Nutrição, Parceiros

Farinha, farelo ou flocos? Como deixar as receitas mais saudáveis usando os diferentes tipos de aveia

23/09/2015
aveia

As pessoas empenhadas em manter um hábito de vida saudável agora têm mais um motivo para consumir a aveia. Muitos não sabem, mas o uso do cereal vai muito além do mingau ou do uso “polvilhado” sobre as frutas. Este “supergrão” pode ser encontrado em três diferentes formas, sendo como farinha, em flocos (finos ou regulares), ou até mesmo como farelo, o que possibilita o preparo de uma infinidade de receitas práticas e nutritivas, além de saborosas.

Um fato ainda pouco conhecido pelas pessoas é que o cereal oferece uma série de benefícios à saúde, como ajudar na redução do colesterol ruim, no aumento da saciedade, na redução do risco cardiovascular e no gerenciamento do peso. De acordo com Juliana Peccin, Gerente de Nutrição Regional da PepsiCo, outra curiosidade do supergrão está na sua superioridade nutricional em relação a cereais muito conhecidos, como quinoa e amaranto, já que possui maior quantidade proteínas, fibras, zinco, manganês e até mesmo tiamina, uma das vitaminas do complexo B.

Pelo fato de possuir uma textura muito fina, a farinha de aveia, que também é rica em minerais e fitoquímicos, pode substituir total ou parcialmente a farinha branca, que é menos nutritiva. Além disso, também pode ser utilizada como agente espessante para sopas e cremes, ou receitas mais elaboradas, como na massa e recheio de panquecas, em pães e até mesmo como complemento nutricional em pratos tradicionais, como o feijão, sem comprometer o sabor das receitas.

Já o Oat Bran, ou farelo de aveia, feito pela parte externa da casca, rica em fibras beta-glucanas, possui uma textura mais firme, dando crocância e textura aos alimentos e pode ser usado para empanados, milanesas e itens levados ao forno. Com alto teor nutricional, este ingrediente também costuma surpreender as pessoas no preparo de receitas como massas de tortas e biscoitos salgados.

Extremamente práticos, os flocos da aveia, por sua vez, são indicados para dar mais sabor a frutas e iogurtes ou consistência em preparos mais elaborados, como as overnight oats (sobremesa que combina iogurte, frutas e aveia), bolos, crumbles e em receitas salgadas, como um hambúrguer com aveia. Esta forma do cereal apresenta maior concentração de antioxidantes que ajudam a combater os radicais livres produzidos no organismo, como as avenantramidas, existentes apenas neste cereal, que se aliam aos flavonoides e tocoferol do “supergrão” para ajudar a retardar o envelhecimento.

Conheça todos os principais benefícios obtidos com a inclusão da aveia na alimentação:

Para o bem estar – Densidade de nutrientes: O consumo diário de aminoácidos, como triptofano e metionina, é essencial, pois eles estão relacionados com a melhora do sono e humor. Esses aminoácidos não são produzidos pelo corpo, sendo necessário obtê-los através da alimentação. Ao contrário da maioria dos grãos, a aveia apresenta boa concentração desses nutrientes.

Contra radicais livres – Potencial Antioxidante: A aveia é o único cereal na natureza que contém avenantramidas, um antioxidante que ajuda a combater os radicais livres, auxiliando na desaceleração do envelhecimento precoce, contando também com função anti-inflamatória. O elemento age em conjunto com outros compostos fenólipos presentes na casca, como ácidos ferúlicos, caféicos e fíticos.

Para gerenciar o peso – Potencial de saciedade: Graças à grande quantidade de Beta-glucanas, sempre que ingerida, a aveia contribui para controlar a glicemia e proporciona uma sensação de saciedade maior do que outros cereais com menor teor de fibras solúveis, ajudando no controle do peso.

Para cuidar do coração – Potencial para reduzir o colesterol: Para a prevenção de doenças cardiovasculares, a FDA e a ANVISA recomendam uma dose diária de três gramas de fibra Beta-glucana, que podem ser obtidas com a ingestão de 40 gramas de aveia Oat Bran, o que equivale a aproximadamente quatro colheres de sopa. Essa alegação só está aprovada para a Beta-glucana presente na aveia, que apresenta grandes quantidades dessa fibra solúvel. A recomendação é baseada em pesquisas que apontam que essa fibra ajuda na redução da absorção do colesterol ruim pelo organismo.

Para se sentir mais leve – Potencial para auxiliar na função intestinal: Ingerindo duas colheres de sopa de aveia diariamente, as pessoas consomem o equivalente a 12% das fibras necessárias no dia. O hábito de consumir o supergrão, rico em fibras Beta-glucana, auxilia na função intestinal, proporcionando assim mais leveza e disposição para as tarefas do dia a dia.

Competições, Parceiros

Corri 15K na adidas Boost Endless Run

17/09/2015

Boost SP

Nesse último domingo eu participei do desafio adidas Boost Endless Run à convite de Continental.

Antes da corrida eu recebi um kit bem bacana aqui em casa:

Kit Continental

Para quem não conhece, essa prova se divide em 3 momentos:

• Todos atletas inscritos correm os 10 km.
• Após um pequeno descanso corre-se mais 5km.
• Os 300 melhores corredores nos dois percursos são convidados para o desafio final: correr mais 1km.

É lógico que eu fui para correr os 15km sem pretensão alguma de ser um desses 300. rs

Mas para mim essa prova se tornou, realmente, um desafio. Isso porque eu nunca tinha corrido 15km na vida e, também, por ser uma prova bem difícil, visando que existe esse intervalo de descanso entre os 10km e 5km que dão uma bela esfriada no corpo.

Sem contar que domingo estava um frio que só de pensar em levantar eu já queria ganhar uma medalha.

No entanto, eu consegui fazer uma boa média de prova… Concluindo os 10km com cerca de 1h10 e os 5km com mais ou menos 35 minutos.

BoostSP-corrida-prova guicury-camys continental-vs medalha-endless

Adorei correr! Na próxima quero participar novamente!